23.02.2022

Buscamos jornalistas para cobrir o Acordo de Escazú na América Latina e no Caribe

Serão selecionados 12 jornalistas da Argentina, Bolívia, Equador, México, Uruguai, Brasil, Colômbia, Peru, Costa Rica, República Dominicana, Panamá, Honduras e Chile, entre 18 e 35 anos de idade, para cobrir a COP 1 do Acordo de Escazú.

De acordo com o relatório da Global Witness, a América Latina é a região mais mortal para ser um defensor ambiental. Desde 2012, a região lidera os dados de defensores do meio ambiente mortos. O Acordo de Escazú, que entrou em vigor em abril de 2021, é o primeiro tratado do mundo sobre a proteção dos direitos humanos dos defensores do meio ambiente. Agora tem 12 signatários e sua primeira sessão de negociação, COP1, acontecerá em Santiago, Chile, em abril de 2022.

Por isso, a FES Transformación, projeto regional da Fundação Friedrich Ebert, em parceria com a Climate Tracker, busca formar um grupo de jornalistas da região para manter vivo o Acordo de Escazú e tornar a justiça climática para os defensores do meio ambiente visível no debate público, como um aspecto fundamental para a ação climática na América Latina.

O Programa 

Por meio de uma capacitação de 12 semanas, buscamos atender virtualmente um grupo de 12 jornalistas de países-chave para a primeira Conferência das Partes (COP 1) do Acordo de Escazú.

Durante este programa, que incluirá treinamento, tutoria individual, apoio editorial e pesquisa colaborativa, os candidatos selecionados receberão apoio para escrever até 3 artigos inéditos, com foco nos principais desafios enfrentados por seus países na COP do Escazú.

Para esta oportunidade, podem se inscrever jornalistas entre 18 e 35 anos dos seguintes países: Argentina, Bolívia, Equador, México, Panamá, Honduras, Uruguai, Brasil, Colômbia, Peru, Costa Rica, República Dominicana e Chile.

Este programa não exige dedicação exclusiva, mas exige que os jornalistas selecionados tenham disponibilidade de tempo para participar de pelo menos quatro treinamentos prévios à COP e a redação de três artigos inéditos durante o mês de abril de 2022.

Se você for selecionado para participar, receberá um pagamento total de 600 euros pela conclusão dos três artigos.

Dadas as condições atuais da pandemia, e uma vez que o própria COP terá uma modalidade semipresencial, este projeto será realizado inteiramente no modo virtual.

>> Para mais informações e inscrições (até 06 março 2022), acesse aqui. 

Crédito foto: @midianinja 

volver arriba