21.06.2021

Que diferença faz ter mais mulheres na política?

O podcast ‘Entreaberta’, uma parceria do ‘Nexo’ com o Instituto de Governo Aberto e a Fundação Friedrich Ebert Brasil, mostra os efeitos práticos de ter mais representatividade de gênero em cargos eletivos e na gestão pública

Ainda que a diversidade de gênero tenha se tornado um assunto recorrente no debate público, o número de mulheres eleitas para cargos de Executivo e Legislativo ainda é baixo no Brasil. Na gestão pública, também há desigualdades. Ampliar essa participação é uma forma de aumentar a representatividade da sociedade nos espaços de poder. Mas o que muda na prática?

A questão de gênero na política é o tema do segundo episódio do “Entreaberta”, podcast do Nexo produzido em parceria com o Instituto de Governo Aberto e a Fundação Friedrich Ebert Brasil. O que os dados dizem sobre essa realidade? Quais os principais obstáculos para que haja mais mulheres nesses espaços? O que muda quando a participação feminina aumenta? E o que falta para que as políticas públicas sejam desenhadas com as mulheres em mente? 

Entrevistadas

  • Danusa Marques, diretora do Instituto de Ciência Política da UnB (Universidade de Brasília)
  • Gabriela Lotta, professora de administração pública da FGV (Fundação Getulio Vargas)
  • Benedita da Silva, deputada federal do Rio de Janeiro pelo PT
  • Joyce Trindade, secretária de Políticas de Promoção da Mulher da prefeitura do Rio de Janeiro

Assine o “Entreaberta” no tocador de sua preferência, como o Apple Podcasts e o Spotify, para não perder nenhum dos oito episódios da temporada.

Material de referência:

- Dados da União Interparlamentar sobre mulheres nos parlamentos.
- Levantamento do jornal O Estado de S.Paulo sobre violência política de gênero nas eleições de 2020.
- Levantamento do Ipea sobre o funcionalismo público.
- Dados sobre cargos DAS por sexo e cor ou raça.
- Relatório da Universidade de King’s College de Londres compilou informações sobre o impacto das mulheres na política.
- Matéria do Nexo sobre a relação entre mulheres na política e mortalidade infantil.
- Estudo do Observatório do Legislativo Brasileiro sobre mulheres na Câmara.
- Estudo do Observatório do Legislativo Brasileiro sobre a história da subrepresentação feminina.
- Ranking da revista AzMina sobre proposições para mulheres.
- Estudo do Instituto Update sobre mulheres eleitas na América Latina.
- Pesquisa da Artigo 19 sobre aborto legal e transparência.
- Levantamento da Rede de Observatórios de Segurança sobre feminicídio.
- O episódio usa áudios da Band, TV Globo e TV Cultura.

O “Entreaberta” é uma parceria do Nexo Jornal com o Instituto de Governo Aberto, uma organização da sociedade civil que promove a transparência, participação e integridade para a defesa de direitos, e com a Fundação Friedrich Ebert Brasil, fundação política alemã para a promoção da democracia inclusiva, da economia sustentável e da justiça social. 

Este  projeto foi realizado com o apoio de IGA (Instituto Governo Aberto) e FES (Fundação Friedrich Ebert Brasil)

Colaborou Maurício Abbade


Friedrich-Ebert-Stiftung Brasil

FES Brasil

Avenida Paulista,
São Paulo/SP
– CEP : 01311-931

+55 (11) 94053-8248

fesbrasil(at)fes.org.br

volver arriba