Desenvolvimento econômico sustentável

A recente crise econômica e as políticas recentes de desmantelamento do estado social brasileiro colocam a economia brasileira na pior recessão de sua história. Caracterizada pela produção de matérias-primas e da produção de produtos agrícolas foi diretamente impactada pela flutuação dos valores destes insumos. A redução no valor das matérias-primas causou uma recessão que se intensificou devido a redução dos investimentos públicos ao mesmo tempo em que a moeda se desvaloriza e os juros permanecem altos, resultando em um fraco desenvolvimento da indústria. O Brasil possui consciência da sua responsabilidade na proteção ambiental e do clima, assumindo papel fundamental na formulação da Convenção de Paris. No entanto, sua base econômica gera conflitos entre o processo de desenvolvimento econômico e a proteção ambiental e do clima.

Parar seguir avançando em direção a um desenvolvimento sustentável é necessário estabelecer uma estratégia política e econômica que garanta o desenvolvimento sem provocar retrocessos sociais e sem impedir a possibilidade de progressos futuros. Nesse contexto a representação da FES no Brasil, em conjunto com sindicatos, partidos políticos, sociedade civil e academia, foca no apoio do discurso sobre um modelo de produção que cumpra as responsabilidades sociais e ecológicas, inclusive das empresas transnacionais.

Publicações

Precarização do trabalho

Moreira Cardoso, Ana Claudia

Precarização do trabalho

Políticas públicas e ação coletiva
SãoPaulo, 2022

Baixar PDF (620 KB PDF-File)


Uma política externa feminista para o Brasil: desafios e possibilidades

Faria, Vanessa Dolce de; Balbino, Viviane Rios

Uma política externa feminista para o Brasil: desafios e possibilidades

SãoPaulo, 2022

Baixar PDF (180 KB PDF-File)


Panorama do sindicalismo no Brasil

Panorama do sindicalismo no Brasil

2015 - 2021
SãoPaulo, 2022

Baixar PDF (1,8 MB PDF-File)


voltar ao início